quarta-feira, 25 de agosto de 2010

CONCORDÂNCIA NOMINAL COM EXERCÍCIOS

Acerte a concordância nominal

Veja também sobre este mesmo assunto: GRAMÁTICA - CONCORDÂNCIA NOMINAL


Seja em questões da prova de Português ou ao longo da redação, é importante que o vestibulando acerte a concondância nominal para se dar bem no concurso."Trocando em miúdos, a concordância é a amarração que une os nomes e os fazem flexionar em gênero e número, e os verbos em número e pessoa", ensina Thiago Godoy, professor de Gramática da Oficina do Estudante, de Campinas.

» Escape dos erros comuns de Português na prova de vestibular
» Português: cinco temas para priorizar e se dar bem

A pedido do site Terra, Godoy selecionou algumas dicas preciosas sobre concordância nominal.
Confira:

- Adjetivos variáveis: "Alguns adjetivos são biformes, portanto apresentam uma forma masculina e outra feminina ('menina bonitA', 'rapaz bobO'). Outros são uniformes, com uma forma que abarca os dois gêneros ('menina feliz', 'homem feliz'). Seu plural é dado geralmente pelo acréscimo da desinência 's' (bonita + s), ou seu alomorfe 'es' (feliz + es). Os compostos têm apenas seu último elemento flexionado ('encontro anglo-austro-sino-húngaro-baianO', 'palestras anglo-austro-sino-húngaro-baianAS'). Vale lembrar que 'surdo-mudo' tem seus dois elementos variáveis: 'meninas surdAS-mudAS'."


- Adjetivos invariáveis: "Tudo seria excelente não houvesse algumas exceções. Há nomes de cores, derivados de substantivos concretos, que não se flexionam em gênero ou número. Geralmente, cabem-lhes a expressão 'cor de' ('terno cor de rosa', 'ternos cor de rosa', 'gravatas cinza', 'sapatos gelo' etc.). Nos compostos cujo último elemento também é derivado de substantivo concreto, a regra é a mesma ('casa verde-musgo', 'colares amarelo-ouro'). O mesmo vale para 'azul-marinho' e 'azul-celeste'."


- Adjetivos que causam dúvida: "São variáveis: anexo, próprio, mesmo, quite, obrigado etc. ('cartas anexas', 'envelopes anexos', 'eu e você estamos quites','você está quite com o IR?', 'as meninas disseram:'muito obrigadas'' etc.). Não são variáveis monstro, alerta, pseudo etc. ('A garota tinha uma espinha monstro em seu nariz', 'os soldados estavam todos alerta' etc.). Lembre-se de que palavras como 'bastante' podem ser advérbio ('Ela fala bastante' - invariável, portanto), ou adjetivo ('Ela fala bastantES besteiras', variável)."


- Quando o adjetivo se refere a mais de um elemento: "A regra geral é que o adjetivo pode concordar, quando vem posposto aos termos a que se refere, com o mais próximo ou com todos ('Países e cidades ricAS ou RicOS'). Quando anteposto, concorda apenas com o mais próximo ('RicAS cidades e países'), a não ser que sejam pessoas ('habilidosOS Cristiano Ronaldo e Messi')."


- Quando o adjetivo funcionar como predicativo: "Ele deverá concordar com todos os núcleos do sintagma nominal a que se refere: 'Sagraram-se campeÕES da gincana as meninas e os meninos', 'Consideramos fracassadOS as tentativas e testes'."


EXERCÍCIOS
1) Assinale a alternativa em que ocorreu erro de concordância nominal.
a) livro e revista velhos
b) aliança e anel bonito
c) rio e floresta antiga
d) homem, mulher e criança distraídas

2) Assinale a frase que contraria a norma culta quanto à concordância nominal.
a) Falou bastantes verdades.
b) Já estou quites com o colégio.
c) Nós continuávamos alerta.
d) Haverá menos dificuldades na prova.

3) Há erro de concordância nominal na frase:
a) Nenhuns motivos me fariam ir.
b) Estavam bastante fracos.
c) - Muito obrigada, disse a mulher.
d) Foi um crime de lesa-cristianismo.

4) Está correta quanto à concordância nominal a frase:
a) Levou camisa, calça e bermuda velhos.
b) As crianças mesmo consertariam tudo.
c) Trabalhava esperançoso o rapaz e a moça.
d) Preocupadas, a mãe, a filha e o filho resolveram sair.

5) Cometeu-se erro no emprego de ANEXO em:
a) Anexas seguirão as fotocópias.
b) Em anexo estou mandando dois documentos.
c) Estão anexos a certidão e o requerimento.
d) Anexo seguiu uma foto.

6) Há erro de concordância nominal na seguinte frase:
a) Vós próprios podereis conferir.
b) Desenvolvia atividades o mais interessantes possíveis.
c) Anexo ao requerimento a documentação solicitada.
d) Ele já estava quite e tinha bastantes possibilidades de vitória.

7) Assinale o erro de concordância nominal.
a) Maçã é ótimo para isso.
b) É necessário atenção.
c) Não será permitida interferência de ninguém.
d) Música é sempre bom.

8) Assinale a frase imperfeita quanto à concordância nominal.
a) O artista andava por longes terras.
b) Realizava uma tarefa monstro.
c) Os garotos eram tal qual o avô.
d) Aquela é a todo-poderosa.

9) Em qual alternativa apenas a segunda palavra dos parênteses pode ser usada
na lacuna?
a) Estudei música e literatura............................ ( francesa / francesas )
b) Histórias quanto.............................. tristes. ( possível / possíveis )
c) Nem um nem outro......................... fugiu. ( animal / animais )
d) Só respondia com .......................palavras. ( meio / meias )

10) Marque o erro de concordância.
a) Os alunos ficaram sós na sala.
b) Já era meio-dia e meio.
c) Os alunos ficaram só na sala.
d) Márcia está meio vermelha.

11) Assinale a opção em que o nome da cor apresenta erro de concordância.
a) Tem duas blusas verde-musgos.
b) Usava sapatos creme.
c) Comprou faixas verde-azuladas.
d) Trouxe gravatas azul-celeste.

12) Aponte o erro de concordância.
a) Vi homem e mulher animados.
b) Era uma pseuda-esfera.
c) Encontramos rio e lagoa suja.
d) Regina ficou a sós.

13) Marque a frase com palavra mal flexionada.
a) Comprou camisas vermelho-sangue.
b) Assuntos nenhum lhe agravavam.
c) Não há quaisquer perspectivas.
d) Elas não se abrem por si sós.

14) (PROF.-MT) A frase em que a concordância nominal contraria a norma
culta é:
a) O poeta considera ingrata a terra e o filho.
b) O poeta considera ingrato o filho e a terra.
c) O poeta considera ingratos a terra e o filho.
d) O poeta fala de um filho e uma terra ingratas.
e) O poeta fala de uma terra e um filho ingratos.

15) (T.A.CÍVEL-RJ) "tornou-se absolutamente claro para mim que eu queria
mesmo era escrever em português."
Das frases abaixo, a que contraria a norma culta quanto à concordância
nominal é:
a) Tornou-se clara para o leitor minha posição sobre o assunto.
b) Deixei claros para o leitor meus pontos de vista sobre o assunto.
c) Ficou clara para o leitor minha posição e meus argumentos sobre o
assunto.
d) Ficaram claras para o leitor minha posição e argumentação sobre o
assunto.
e) Quero tornar claros para o leitor serem estes meus argumentos sobre o
assunto.

16) (TFC) Assinale a opção em que não há erro.
a) Seguem anexo os formulários pedidos.
b) Não vou comprar esta camisa. Ela está muito caro.
c) Estas questões são bastantes difíceis.
d) Eu lhes peço que as deixem sós.
e) Estando pronto os preparativos para o início da corrida, foi dada a
largada.



GABARITO

1- d distraída/ distraídos
2- B quite
3- D Leso deve concordar com o substantivo a que aparece ligado no nome composto.
4- c Não há erro.
5- D Anexo deixou de concordar com foto.
6- B A palavra possível concorda com o artigo.
7- C Não será permitido.
8- C Os garotos eram tais qual o avô.
9- D - meias palavras
10- B Meio dia e meia
11- A Verde - musgo
12- Pseudo -esfera
13- B Nenhuns
14 - D
15 - E Quero tornar claro...
16- D
Na letra a, o adjetivo anexo deve concordar com formulários: anexos. Na b, o
adjetivo caro deve concordar com camisa: ela está muito cara. Na c, a palavra bastante
é um advérbio de intensidade, pois se liga ao adjetivo; não pode ir ao plural. O gabarito
é a letra d, porque sós é adjetivo, equivalendo a sozinhas. Na letra e, o adjetivo pronto
tem de concordar com o substantivo preparativos. Corrija-se: "Estando prontos os
preparativos..."

Veja também sobre este mesmo assunto: GRAMÁTICA - CONCORDÂNCIA NOMINAL


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário